Especialistas do Grupo de Apoio a Pacientes com Fibromialgia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apresentam algumas orientações, dicas e recomendações que podem ser extremamente importantes para estes pacientes

fibromialgia_exercicios-225x150

A atividade física é uma das melhores práticas para a Fibromialgia, dor crônica que pode afetar várias partes do corpo simultaneamente. Porém, como realizar estas atividades com eficácia?  Especialistas do Grupo de Apoio a Pacientes com Fibromialgia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apresentam algumas orientações, dicas e recomendações que podem ser extremamente importantes para estes pacientes.  Exercícios Aeróbicos para Fibromialgia  Os exercícios físicos aeróbicos (como caminhar, correr, fazer hidroginástica e andar de bicicleta) são os mais indicados para fibromialgia. Porém, na fibromialgia, recomenda-se a realização de tais exercícios numa intensidade de leve a moderada. Essa intensidade recomendada deve ser capaz de promover um ganho cardiorrespiratório. O paciente pode medir isso de forma a sentir que está se esforçando, porém sem exagerar nesse esforço. Uma forma de quantificar esse esforço é conseguir falar enquanto se realiza o exercício. No entanto, iniciar a atividade física e mantê-la pode ser um tanto difícil. Pois as dores podem aumentar um pouco, a fadiga pode incomodar e o paciente pode se sentir desmotivado. Porém, é importante continuar. O paciente tem que persistir! Pois os benefícios da atividade física são muitos, e só vêm com o tempo. Até a atividade física trazer benefícios para o paciente com fibromialgia pode levar de seis a oito semanas. É, não é fácil, portanto, uma dica importante é começar bem devagar e ir aumentando o ritmo da atividade. Pode-se começar com uma caminhada diária de 5 minutos, de preferência em um terreno plano. Na semana seguinte, aumente para 10 minutos diários. Até atingir 40 a 60 minutos, todos os dias. Sim, é importante fazer os exercícios diariamente. A recomendação do Colégio Americano de Medicina Esportiva é de 5 a 7 vezes por semana de atividade física, com a duração de pelo menos 30 minutos e de moderada intensidade. Porém, caso o paciente sinta que a intensidade do exercício adotado está incomodando muito os sintomas da fibromialgia, pode-se tentar reduzir um pouco a intensidade e mantê-la por um período maior.    Alongamento e Musculação para Fibromialgia  Apesar da musculação e do alongamento se mostrarem técnicas promissoras para fibromialgia, algumas pesquisas na área da dor crônica relatam que ainda é necessário se pesquisar mais sobre o tema.  Alongamento para Fibromialgia  Para realizar o alongamento recomenda-se uma frequência superior a duas vezes por semana. Ao manter uma posição de alongamento a intensidade deve ser de médio desconforto. Deve-se realizar de três a quatro repetições, e a posição escolhida deve ser mantida por um período de 10 a 30 segundos. Recomenda-se que seja feito alongamento dos principais grupos musculares do corpo. Músculos da região do pescoço, das costas, membros superiores e membros inferiores.    Musculação para Fibromialgia  Recomenda-se uma frequência de duas a três vezes por semana; É recomendado, no mínimo, uma série de 8 a 12 repetições; Deve-se realizar qualquer tipo de exercício que possa haver um aumento progressivo de carga.    Mais esclarecimentos sobre a fibromialgia, incluindo o depoimento de pacientes e sugestões de atividades físicas e tratamentos, assista ao vídeo do Programa Olho Clínico,

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *