Com maior incidência em mulheres dos 30 aos 50 anos, a fibromialgia é caracterizada pela dor, mas apresenta também um leque de sintomas capazes de causar um grande impacto na vida pessoal, social e profissional.

A fibromialgia é uma doença crónica, de difícil diagnóstico e para a qual ainda não existe um tratamento específico.

Com maior incidência em mulheres dos 30 aos 50 anos, a fibromialgia é caracterizada especialmente pela dor, mas apresenta também um leque de sintomas capazes de causar um grande impacto na vida pessoal, social e profissional das pessoas afetadas por ela.

São eles:

Fadiga
Alterações do sono
Dificuldades de concentração
Perturbações gastrointestinais
Depressão
A dor constante causada pela fibromialgia faz com que a terapia farmacológica seja a habitual primeira opção de tratamento, com o intuito de diminuir a dor, já que certas tarefas do dia a dia, como por exemplo a própria higiene, podem ser bastante dolorosas. No entanto, existem sintomas associados à fibromialgia que devem ser igualmente tratados.

A dor crónica pode levar as pessoas afetadas pela fibromialgia a uma situação de isolamento e tristeza , visto que se torna difícil para o paciente lidar com determinadas atividades familiares, sociais ou profissionais, como por exemplo uma ida ao cinema ou uma reunião de trabalho. Estes sintomas levam a um estado de depressão e ansiedade que deve igualmente ser incluído no tratamento da fibromialgia.

É por isso que na NeuroImprove apresentamos um tratamento que inclui:

Farmacologia, para diminuição da dor;
Psicoterapia, para tratar dos sintomas psicológicos do paciente, ajudando-o a lidar com uma situação emocial complexa;
Neurofeedback, para treino do cerébro, de forma a que este diminua a perceção de dor.
Marque uma Consulta e saiba mais sobre as vantagens do Neurofeedback no tratamento da fibromialgia.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *